Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LUA DE MEL EM CANCUN

Lua de Mel em Cancun

Moramos em uma cidade pequena e conservadora do interior. Meu noivo e eu, sempre que podíamos, fazíamos pequenas viagens meio escondidas para podermos ter um pouco de privacidade e liberdade.

Sempre desconfiei que ele gostasse que eu me mostrasse. Quando viajávamos, eu comprava uns biquínis tão pequenos que jurava que ele iria implicar com o tamanho, mas que nada, sempre dizia que estava bonito. De vez em quando usava uns vestidinhos coladinhos ou umas saiinhas tão curtinhas, que quase deixavam metade da minha bunda de fora, ou uns decotes tão avançados que mal cobriam meus peitos, mas novamente ele falava que tinha ficado bom. Nunca comentei nada, mas a impressão era de que ele achava bom que eu me exibisse.

Quando nos casamos, fomos passar nossa lua de mel em Cancun. Lua de mel é sempre bom, em Cancun estão... Foi uma maravilha. Adoramos.

Em nosso segundo dia, estávamos na praia privativa do nosso hotel, tomando sol, quando observei que muitas mulheres faziam topless naturalmente, numa boa. Em um momento, que meu marido foi se refrescar no mar, criei coragem e, pensando em agradá-lo, tirei o sutian do biquíni. Assim que voltou, e que me viu com os seios a mostra, foi visível a excitação dele. Percebendo isto, não usei mais a parte de cima do biquíni. A sensação é maravilhosa! O contato da água, do vento, do sol diretamente com os seios, o sentido de liberdade é indescritível! Até na hora de irmos para o nosso quarto, fui com os seios de fora, desfilando pelos corredores do hotel com tudo a mostra, numa mistura de vergonha, transgressão e prazer.

No nosso quarto, mal tivemos tempo de tomarmos um banho para tirar o sal e a areia para transarmos alucinadamente. Ele estava tremendamente excitado e eu parecia que flutuava nas nuvens. Nossa transa foi excepcional. A janela do nosso quarto era muito ampla e transamos com as cortinas abertas. Fizemos de propásito, imaginando que certamente outras pessoas estivessem assistindo enquanto estávamos nos chupando, e depois ele me penetrando e por fim gozando.

No jantar fomos a um restaurante que tinha uma espécie pista alta para as mulheres desfilarem. Depois de muita tequila, margueritas e cervejas, todo mundo foi se soltando. Como ninguém me conhecia mesmo, aproveitei-me do anonimato, subi na pista e comecei a desfilar. Arranquei o sutian, joguei para o meu marido e fiquei levantando e abaixando a blusa, mostrando e escondendo os seios, e todo mundo aplaudindo. Logo em seguida uma outra mulher, provavelmente americana, juntou-se a mim, e começamos a dançar, até que ela tirou totalmente a blusa e ficou esfregando os seios em mim. Em pouco tempo estávamos sá de calcinha, fazendo as maiores performances. Por vezes até abaixávamos as calcinhas um pouquinho, sá para provocar ainda mais a platéia. Depois de muito dançar retornei para a mesa, para descansar um pouco. Meu marido estava morrendo de tesão.

Como estávamos muito de fogo, resolvemos voltar caminhando para nosso hotel, que não era muito longe. No caminho ele veio falando que tinha adorado minha exibição, principalmente quando a americana e eu ficamos abaixando nossas calcinhas, que tinha sido o ponto alto da nossa dança. Este comentário acabou me provocando ainda mais.

Quando chegamos ao nosso quarto, estávamos tão bêbados e excitados que resolvi que desta vez seria diferente. Nunca havia transado atrás, mas em plena lua de mel, e com aquele clima todo, achei que tinha chegado à hora. Peguei um creme hidrante, passei no buraquinho de trás, e pedi ao meu marido que fosse colocando o pau bem lenta e carinhosamente. Assim ele fez. Quando percebi já tinha entrado tudo. Confesso que dái um pouco, mas quando se está decidida, e determinada dá para suportar bem. Esperamos um pouco, para que me acostumasse, e comecei estimular meu clitáris, ao mesmo tempo em que ele começava a mexer e, em pouco tempo gozamos tanto, que chegamos a gritar de tanto prazer. Que coisa maravilhosa!

No outro dia acordamos tarde, conversamos muito sobre o quanto tinham sido boas a nossas transas, e ficamos pensando em como repeti-las.

Acho que, como mulher casada, não posso ficar fazendo estas coisas sempre, principalmente onde somos conhecidos, mas quando que estiver protegida pelo anonimato, certamente que vou fazer coisas iguais ou piores do que estas da nossa lua de mel. O grau de excitação e a qualidade do prazer que vêm depois de preliminares como estas são impossíveis de serem atingidas no sexo diário. Estamos planejando pequenas escapadas, para executarmos os planos que nossas criatividades forem capazes de inventar. Nosso casamento será assim.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


chupei mas nao dei que pena contoscontos eroticos marido da minha conhada safadoNao aguéntei e meti o dedo no cu da minha irma no bisao contocontos eroticos primeira pulada de cercaenchei o buseta da negra de galacontos de incestos eu estava dançando funk De vestidinho curto e meu pai viu e não aguentou e comeu meu cuzinhocontos eroticos cavalo leitenoiva vagabunda safada titio ccaralhudo noivo corninho safado ontos roticos com fotosvedio de puliciais revistando os bonitois e chupando o pau delisnatalia do ceará chupando o paucomia mae contosrelatos eroticos menina novinha vendeu cabacinho na.hora.choroi muitodespedida de solteira com negros contoscontos erotico incesto virei a cadela do titiocontos eróticos encoxando minha amiga na sscolacontos eroticos vinganca na esposa vende a calcinha contos eroticosmamei naquele cacetao contoele era cheirosinho conto gayContos eroticos ninfetas no tremContos eroticos... Uma rapidinha com a cunhada de vestidocontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos sem pudor com a menininhaconvidando o amigo hetero para assistir um filme porno e ele me comeu conto gaycontos reais quebrei o cabaco do meu irmaocontos eroticos velho da ruacontos eróticos traveco emrabado a negona coroa casadacontos eroticos mae fazendo podolatria com o filhocasa dos contos meu pai chamou dois amigos dele pra arrombar meu cuzinho virgem dpminha tia travesti contosPorno contos avo's maes lesbicas iniciando suas novinhas em orgiascontos padrasto e enteadaminha primeira vez com vizinho gostoso-Contos eroticos gaycontos erotico gay quando mim focaraovirei um gay na adolescência contos eroticoscontos gays de irmao quebrando o cabaco do irmãozinhopornô meu padrasto me conhece Quando estou dormindo e eu gosteigaranhao da familia contos eroticosrelato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantesconto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com elesconto gay peguei o namorado da minha irmã gayconto erotico cavalo estupra meninaContos heréticos quadrinhos Barneypornô Panamericano sentar na mesa eu vou ver para mimpelada e o cu melado de manteiga no corpo inteiropaguei boquete na infancia contoscontos eróticos prostitutasuco de uma magrela trepando em pornô famíliahetero batendo punheta conto gaycontos de professor e alunaconto erotico de despedida de solteiro com orgianovinhas engatada cachorro gigantes zoolofiacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaconto coroa casada da a bunda todo dia na ryaConto erotico de incesto cuidando das amiguinhas da minha irmacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos minha mulher com um dotado mi fez chupa elehttp://tennis-zelenograd.ru/conto_5757_sonhos-tambem-se-realizam.htmlcontos eroticos vi a pepeca de minha amigacontos eróticos perdeu aposta e teve que dar para traverticonto tirei o cabaco da minha filha na presencada maeconto de delegado que comeu cu de homem casadocontos eroticos de humilhaçãoconto erótico na praia com a família da esposacontos eróticos babá olhando o volumecontos porno de submissas falando palavrões contos eroticos festa a fantasiacontos eróticos [email protected]Conto erotico garotos amigos do filhomadrinhas branca da bunda empinadacontoseroticos/encoxei a mae do meu amigo eu e meu marido na nossa noite de núpcias eu disse pra ele mete seu pau bem devagar na minha buceta virgem conto eróticocontos eroticos "coisa enorme"conto erotico chatagiei minha irma e arrobei elaconto comi uma buceta muito apertada que doeu meu pauconto erotico gay "pião"menina matuta conto eroticicontos eroticos gay.treinadorx vedio pai eintiadacontos eroticos sequestrocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos mem tinha peitinho dava cusinhocontos eroticos na praia meu sogro me comeunovinha de salto fazendo sexo com negro conto eróticochupou pau de flanelinha dentro do carrocolocando no cuZinho da Roseli até ela gozarContos eroticos guspe na bocacontos erot.vizinho casado tirou minha virgindadecontos eroticos de mulheres coroas fodedeirasconto erotico com amigo velho coroa grisalho peludonovos contos eróticos de cunhadas malhandoContos eroticos cegomulher traindo o marido com entregador arvores de natalcontos eróticos eu e meu pai comendo minha esposaninfeta chupa buceta e cospe a goza com nojocontos a mulher casada aiiiiiiiiiiii meu cuuu ai vou fala para meu maridohonme infinando a rola na bumda da molecurtos relatos eróticos de estupro fortiConto ninfeta narra como se prostituiacontos erótico so na bundinha