Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BRUNO & EU - DOIS ADOLESCENTES

Antes de contar a histária vou me apresentar a você. Me chamo Rafaela, tenho 19 anos e sou assim, "aquela loirinha gostosa". Tenho seios fartos, bumbum empinado e um bronzeado de dar inveja e despertar a atração dos homens, sem falar na minha boquinha, modéstia parte. Por causa disso os homens olhavam pra mim desde cedo, desde pequenininha, fato que chamou a atenção da minha mãe, que consequentemente não me deixou sair à noite na adolescência, com medo de um estupro ou algo assim. A histária que vou contar é verídica, e aconteceu a algumas semanas, e logo fiquei muito empolgada para vir aqui contar,(pois adoro contos eráticos, mas nunca tinha tido uma experiência pra poder relatar) mas tinha que ser num horário em que não estivesse ninguém em casa, para eu poder me masturbar junto, sá de lembrar da minha primeira vez. Aqui estou, hehe...

Bom, eu era virgem até então... Alguns boquetes já rolavam, sá que nunca deixava meu namorado, o Bruno, passar daqueles boquetes. O Bruno é um gato, de causar inveja nas outras garotas... Deve ser por isso que nunca tive muitas amigas, pelo fato de ser invejada por todas as garotas. Bom, retomanado a falar do Bruno, ele tem 19 também, mas é muito gostosão, corpo feito. Não vou dizer que eu nunca tinha vontade de dar pra ele, mas tinha medo de engravidar, pois ele sempre manifestou a vontade de transar sem camisinha e pedia para que na primeira vez eu deixasse ele lambuzar a minha buceta de porra quente, e que ia ser muito gostoso, começava a falar essas coisas que me deixavam com muito tesão, e me alisar, dizia pra eu tomar pílula no dia seguinte que ia ficar tudo bem.

Bom, eu não queria deixar. Comigo era não e ponto final.

Um dia o Bruno, que nem a gente sempre fazia quando dormíamos juntos, começou a me alisar bem devagarzinho, e ia aumentando o ritmo devagar, muito gostoso, parecia que eu nunca tinha sentido tanto tesão e vontade de dar a minha buceta, que à essas alturas já tava toda molhadinha. Então ele falou "safada", colocou a mão na minha bunda e disse "hoje à noite você é toda minha". Aquilo me levou às alturas. Levantei da cama em que estávamos deitados, disse "espera, meu gostosinho. eu já volto" e fui até a cozinha, num esconderijozinho onde guardo meus filmes pornô.

Quando voltei o Bruno estava tocando uma, mas olha sá que taradinho esse meu namorado... Mas aquilo era sá a preliminar, muita coisa ia rolar naquela noite. Coloquei um filme de duas garotas que seduziam seus vizinhos, eu sei que o Bruno adora filmes de orgia. Ele estava louco de tesão, queria gozar, muito... Então falei "guarda essa pica pra mim" e ele imediatamente obedeceu. Ele ficava olhando pra mim com uma cara sexy, dedinho na boca, de cima a baixo. Olhei pra pica dele, tava dura de tesão, inchada... Tamanho médio, uns 17cm. Sabia que o Bruno já tinha tido outras experiências sexuais com uma antiga namorada, então ele falou "você é a mais gostosinha e mais putinha, deixa eu lamber os seus peitinhos, deixa". Eu imediatamente obedeci, com uma cara de safada. Disse "lambe, meu gostosinho". Ele começou a lamber o peitinho esquerdo, lambia tudo, em volta, no biquinho, devagarinho, rapidinho, um delírio, com as mãos uma agarrando, alisando o peitinho direito e outra passando a mão, 'bobíssima' por sinal, no meu clítoris. Enquanto isso eu batia uma pra ele, bem gostoso... Quando seti que eu ia gozar, e ele também, mandei parar, e disse que tinha reservado uma surpresa pra ele. Falei "mete bem gostoso no meu cú" e ele dizia "vagabunda, é isso que você é, sua puta, já quer o cú?". Eu me posicionei de quatro na cama e ele começou a lamber o meu bumbum empinado e o meu cú, lambuzado com um gel para penetração anal, que ele sempre guardava com ele, caso isso acontecesse. Lambia gostoso, botava forte a língua toda lá dentro, o meu cú aos poucos foi relaxando, querendo pau. Então ele pegou aquela pica que não se aguentava mais de tão dura, e foi enfiando devagarzinho, e aos poucos foi entrando, era uma sensação de dor e prazer misturados. Quando o meu cú relaxou, ele foi fazendo movimentos de vai-e-vem, socando bem fundo, dizia "depois, vou lambuzar todo o teu grelhinho de porra quente, deixa ele bem úmido pra mim socar bem forte lá dentro, se masturba um pouco pra lubrificar", então eu falei "pega o vibrador ali pra mim então" e ele atendeu... Naquele momento eu senti o seu pau saindo do meu cú, eu adorava ver nos vídeos pornô aquilo, me dava um tesão, eu queria era pau. O Bruno me alcançou o vibrador, e logo se sentou no sofá do quarto pra me observar, batendo uma, com a pica dura. Eu fiz uma cara de safada e comecei a massagear meu clítoris. Eu comecei a falar "vem, Bruno, eu quero você todinho pra mim". Então ele disse pra mim mostrar o que ele ia fazer comigo e com a minha xaninha. Eu peguei aquele vibrador e comecei a enfiar na buceta devagarinho, e o bruno lá, se masturbando conforme o ritmo que eu botava o vibrador na minha xaninha. Eu queria deixar o cabaçinho pra ele, então não me aguentei mais e resolvi pôr fim à situação. Eu queria dar, não me aguentava mais de tesão, então fui até ele no sofá, mandei ele levantar e comecei a fazer um boquete... Quando ele estava pra gozar eu tirei o pau da minha boca e disse "mete". Ele me pegou no colo, muito rápido, me jogou em cima da cama e mandou eu ficar quieta que ele ia fazer o resto do serviço. Ele mandou eu me sentar na cabeceira da cama e abrir as pernas, o que eu fiz com muito gosto dizendo pra ele socar muito. Ele foi se aproximando, e colocou a cabecinha na entradinha da minha bucetinha, toda molhadinha, e foi colocando, devagarinho, me chamando de puta e de vagabunda. Metia muito gostoso, nem eu pensei que ele fosse tão bom naquilo, metia devagarinho, depois começava lentamente um movimento de vai-e-vem rápido... Ele tirava todo o pau pra fora e colocava, tirava e colocava, às vezes dava pra ver a cabecinha saindo pra fora, e eu adorava aquilo, ainda mais com os peitinhos sendo sugados a todo vapor, eu queria mais pau e mais pau, ele tirava e colocava aquela pica dura e dava pra sentir aquele cheiro de sexo maravilhoso, eu parecia um puta sendo socada pelo Bruno, falando coisas no ouvido dele, dizia "mete rápido, meche mais, vai, isso..." Falava "tira.. bota tudoooo", gritando, estava louca.. Quando senti o gozo vindo mandei ele parar, porque eu queria era mais prazer.. então ele foi até a cozinha e buscou duas pedras de gelo. Ele colocava aquelas pedras de gelo na minha buceta e começava a chupar, era alucinante... Depois tirou elas e disse "vou gozar na sua xaninha, aguenta a pressão, sua putinha, eu sei que é o que você quer". Colocou o pau novamente na entradinha, e falou que ia tudo de uma vez, então eu falei "Bruno, vai devagar, cuidado", mas ele não deu bola, falou que eu queria era ser socada, e colocou tudo com força de uma vez sá, começou a bombear, muito forte, quase gozando, aquela pica ia e vinha, uma loucura, tirava tudo pra fora, eu não aguentei e falei que ia gozar, então ele acelerou mais as estocadas e gozamos junto, senti aquele jato de porra quente escorrendo dentro da minha buceta, ele fazendo aquela cara de safado, realizado. Ele continuou a colocar lentamente até o meu gozo acabar, depois tirou a pica, mole, pra fora, mandou eu deitar na cama e chupou gostoso a minha buceta. Ele falou que foi a melhor noite de sexo da vida dele, e propôs uma transa com um amigo dele, o Marcelo, outro gato por sinal. Quando acontecer, eu conto pra vocês. Beijões, e quem quiser conversar comigo no msn, manda um email pra [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gays no carnaval dei o cu pra doiscontos eróticospagando minha primeira dívidao ocu e bucetaEu vou arrombar essa sua xaninha sua putinha ninfetinha fanficbochechas da bunda da minha irmãcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos minha filha e as coleguinhas tomando leite de minha picacontos eróticospapai e filhinhaconto coroa gorda tanajuracontos eróticos minha esposa dançou com negao de biquínicontos eróticos de pequenininhos dando para grandõescontos de cú de irmà da igrejavideo safadecaconto gay sexo pirocudo enche cu de porracom perdi minha virgindade com um policial contoContos eroticos transei com um desconhecidoconto erotico virei cadela barpedreiro orrobando buceta da filha do patraoconto do negao velho e pirocudocontos enrabada no chuveirocontos enterra tudo devagarinho no meu cuzinhoconto erotico de feriadospapai Me. comeu Contoscontos eróticos viajando com mamaeconto esposa exibe clubContos erotico negao seduziu a coroa casadacontos meu chefe me comeu e minha filhaPorno ai falei que era pra gozar maninha.comasfantazias das mulher de pornoContos namorado castrado pelo a sogracontos minha picona na titiaContos eroticos no onibusrola na madrinha/contominha filha e bela contos eróticosconto gey o pai do meu amigo me chamou para viajar para um sitio para fodermos com onze omensconto como foi que eu chupei a bucetinha de uma loirinha de cinco aninhoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos minha mulher virou amante dosbuceta cabeluda bunda inchadinha Pintadinha da Moniquinhapaquerei ex nanorada do neu primo é pau?Desvirginando a sobrinha de 18 anoscontos gays inicio da puberdade.contos eroticos fui.abusada pelo meu sogro enqConto eroticonegao roludo só come bceta bancacasetes longo machuca a xoxota da mulher pornocontos gorda casada mae que mete com treis garotoscontos eróticos eu e minha amiga transamos na baladanetinha safada adora sentar no colo do vovô contos eroticosconto eróticos de cheirar cu da mulher e ficar se masturbarcontos elas gosta de cavalinho do titioContos de enteada rabuda e provocantecontos eroticos gay infanciaconto meu amigo me ensinou come o cuzinho da minha filinha pequenacontos.eroticos.meu pai se apaixonou pela minha esposaO amigo do meu namorado me comeuporno club conto eroticos de meninos gaysContos homem fudendo a vizinha lesbicaIniciei meu primo gay contocontos eroticos peitos sadomasoquismoa lisando a buceta da tia dormindo e ela gostandofudeno irma paralitica conto lesbicacontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelasconto erotico gay coroa cavalao faz viadinho chorarcontos eroticos medicocontos eroticos esposa treina marido voyeurHelen Roche xvidio contos eroticod minha esposa deeu para o vizinho pausudabucetas ensobadasconto de comi o cu de um novinho que chorou com a pica no cucontos eroticos e pecado