Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PADRASTO E O PAÍ DO LUÍS

No dia seguinte, dormia no meu quarto com dois vibradores, que seriam da minha mãe, enfiados na bunda quando acordei com as mijadas do meu padrasto e do pai do Luís em cima de mim. Engasguei com o susto e tentei pular da cama, mas não consegui porque tinha ficado amarrado, e ainda senti o cu arder por causa da mijada, já que ainda tinha ficado um pouco esfolado pela trepada do dia anterior.

Depois me desamarraram, e me puseram de joelhos me fazendo engasgar com suas rolas entrando até o talo, e sufocando porque seguravam minha nuca contra as rolas, fazendo os pentelhos entrarem pelo meu nariz...

Nisso, meu padrasto deu play no vídeo pra aumentar o clima, e de repente uma vadia de cabelo super curto vestida como se fosse homem era desmascarada e suas roupas arrancadas, em seguida passou a ser currada sem dá pelos 5 caras...

E meu padrasto e o pai do Luís riram.....

Vai foder igual.....

Vai chega de perder tempo, vamos começar pra valer...

Então, o pai do Luís me mandou ficar em pé na cama, eu já sabia o que ele queria, ele passou KY na ponta da cama, me puxou e mandou eu sentar em cima, quando eu fui me ajeitar, meu padrasto me empurrou com violência e me fez sangrar, eles riram..., mas não estavam nem aí.

Subiram na cama e me fizeram chupá-los, ás vezes me fazendo engolir as duas ao mesmo tempo, as vezes alternando uma e outra e ás vezes ficavam me fazendo subir e descer naquele mastro, enquanto o outro socava na minha boca.

Até que resolveram imitar o filme e me tiraram do mastro da cama, então o pai do Luís deitou na cama e me mandou sentar no seu pau, de costas pra ele e me puxou pra trás me segurando forte, daí meu padrasto já com o pau em riste e todo lubrificado se aproximou e numa sá estocada que me fez gemer e chorar enterrou seu pau inteiro no meu cu fazendo entrar até suas bolas baterem nas do pai do Luís e seus pentelhos no meu cu, não deixou nem eu me acostumar, ele punha e tirava tudo com violência como no filme, e pra variar fazia questão de chamar minha mãe de puta, de cadela, de piranha, me dizendo que qualquer dia faria tudo isso com ela, até dividi-la com o pai do Luís que é claro adorou a idéia e lhe perguntou:

E aí a vadia é gosta, me conta ela dá o cu tão bem, quanto esse viadinho, ela chupa, engole porra?

Recebendo um sim do meu padrasto, que disse que sá lamenta ela não dar pra dois, mas que isso ia mudar, o que causou risos...

Então eles trocaram de posição, agora, meu padrasto ficou por baixo e eu sentado de frente pra nele com o pai do Luís metendo no meu cu, ele punha e tirava, punha e tirava, eles não estavam nem aí , sá queriam me foder, sá paravam pra não gozarem...

Depois, me viraram e me puseram com as pernas pro alto e meu padrasto cuspiu no meu cu metendo 4 dedos no que foi seguido pelo pai do Luís, depois os dois começaram abrir minha bunda puxando cada um pra um lado, de repente o pai do Luís, sem falar nada forçou seu braço no meu cu, que de tão arregaçado entrou fácil e eles riram, então meu padrasto falou:

Se cabe um, cabe dois e também socou seu braço no meu cu...

Não entrou de primeira, e ele continuou forçando, até que passou...

AAAAAAAAAÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍÍ.....CARALHO, E ELES RIRAM.

Não reclama, você adorou viado, você gosta da dor, gosta de sentir alargando e entrando...

Pior que era verdade, eu amo essa sensação...

Mas, não sabia que aguentava dois punhos tão grossos no cu, que ainda por cima foram socando mais e mais fundo, até tirarem com marcas de sangue, o pai do Luis foi o primeiro, meu padrasto ainda ficou mais um pouco, e na hora de tira fechou o punho e tirou com tudo me fazendo gritar porque das primeiras vezes não saiu, e quando saiu, saiu rasgando mais ainda...

O pai do Luís então, me mandou deitar na cama de atravessado, com a cabeça pra fora, caindo pra trás, e ficou fácil alinhou a garganta e socou como quis, entrando até o as bolas, nisso meu padrasto metia no cu e os dois se divertiam com os comentários...

Aí , fode ele assim...

Fode mais...

Sua vez, vamos trocar...

Fode esse cu, que eu vou foder essa boca...

Deixa que eu abro a bunda dele pra você.... isso mete tudo...

Depois me trocaram de posição e me deitaram na cama, deitado de barriga pra cima com meu padrasto fodendo minha bunda e o pai do Luís sentado no meu peito fodendo minha boca, às vezes socando, às vezes batendo com o pau na minha cara, outras sá esfregando o pau, depois trocaram meu padrasto passou cuspe na sua rola dura e espalhando tudo com sua mão veio me fazer chupá-lo, enquanto o pai do Luís metia na minha bunda junto com um consolo, eles riam e se divertiam com isso.

E meu padrasto não perdia a chance de esculachar minha mãe, enquanto me comia, falando com o pai do Luís que ia dar um jeito de dividir ela com ele, etc.

Mas, reclamou que a puta (minha mãe) não deixava mijar nela, que ela gostava de ser tratada como puta, mas tinha que ser uma puta de classe e riu...

Depois ficaram se revezando, no meu cu, um punha e o outro tirava, sempre fazendo comentários do tipo:



Vai, fode ele.....

Fode mais...

É isso aí, legal...

Arregaça...

Minha vez...

E, se revezaram por mais uns 20 minutos...

Daí o pai do Luis sentou com seu pau na minha cara e foi punhetando, às vezes parava e esfregava a rola no meu rosto, ás vezes batia nele com o pau e em seguida em fazia engolir tudo, enquanto se aproveitando que eu estava quase de ponta-cabeça meu padrasto voltou a foder meu cu pondo e tirando, eu já não sentia mais nada.

Então, o pai do Luis começou a esporrar na minha cara e meu padrasto esporrou dentro do meu cu, em seguida ficaram com as rolas enterradas na minha boca e no meu cu até amolecerem enquanto terminava de ver o vídeo, que a essa altura a vadia estava dentro de uma banheira com os caras em pé em volta dela, e ela de boca bem aberta bebendo as mijadas que caíam sobre todo seu corpo, não deu outra, fomos pra banheira terminar a curra, e depois de mijarem em mim por sei lá quanto tempo e me fazerem chupá-los e limpá-los, terminamos num delicioso banho quente, e eu fui dormir limpinho, mas, a mando do meu padrasto com o vibrador da minha mãe enfiado no rabo...

Foi então que o pai do Luís soltou mais uma das dele:

Não. Não. Tira isso daí, deixa o cu dele voltar ao normal, assim, fica mais gostoso pra arregaçar amanhã...

No que meu padrasto concordou e eles riram do que fariam comigo no dia seguinte e nos práximos...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico dei para o caminhoneiro conto heterocontos eroticos arrependidaFui Comida pelos colegas do colegios contosamor voce ta vendo o tamanho do pau dele é muito grande voce gosta contosContos pornos-amamentei a bebê com meu paucontos eroticos de quata feira de cinzaVoltei gozada pro meu corninho contoconto marido do ladovídeo de namorado faz bem aqui Amanda no Pou pelo jeito da sua bundacontos eroticos homem se masturbando com sapato de salto altosexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reaucontos bebendo gozo do militarcontos eroticos gay sadade de meus dominadorescontos eroticos sequestroContos erotico peguei minha mae a forçaconto gay meu irmão sacudiu o pau dele pra mim demorou mais eu fodi minha irmacontos porno meu amigo negro arrombou minha esposacomi a lesbica contoconto erotico eu fui no ensaio da escola de samba e dei o cu lacontos eróticos de chantagem reais com fotosconto erotico em familiacomtos de vagabundas que gostão de fuderContos eróticos: menininha da a buceta pro camioneiro bem dotadocumadrecavalaTraicao minha namorada safada vendo pinto dele contoscomi o cu do meu irmao e da minha irma brincando de pique esconde contosContos eroticos fodendo a colega novinhaFilinha chupa pau do papaiacomi meu primo novinho contoscomi minha prima velhinha contocornosubmissocontoconto erotico da cunhada pegando no pauContos de deu o cu por drogasconto erotico chantagieisubria/luiza/fudendo/na/fazendameu filho e meu marido conto eroticoirmã e amigas devassas esfregando a bunda no pau do irmãozinho dela contos eróticosajudando a netinha com dever de casa ninfetaContos de bofinho chupando bucetaloiras fudendoconto eróticoporno club contos eroticos de meninos gayscontos de safadas com padastroscastigo anal sadomasoquismo contosvidio de mulheres sendo emcochada ela fica de calcinha toda molladacontos gozando primeira vez orgasmo 19 anosgorda sacada ficamos siriricanoiva putinha titio caralhudo contoscontos eroticos casal com amigo dotadocontos eroticos gravida do aluno mete aiiicontos de casadas o negro desconhecido me arrombouprino doido vaidiaxprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para foracontos de casadas que fizeram ménage masculinoContos de casadas e lesbiscascontos eróticos eu comi a secretária do meu paicontos madre superiorascontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casatravestis comedo o cuzinho de homem amarrado e amordassandoenrabada pelo meu filho especialcontos eróticos minha esposa e o pastorurso velho peludo gay contoscontoseroticos sonho de maninhaestudando com contos eroticosConto erotico as duas taradinhaimagens de conto de homem macho transando com negro macho entregador de gáscontos eróticos priminha caçulaconto erotico adoro mostrar meu bumbumcontos minha esposa bunduda dandoo cu pra caminhoneirosmulhe chupa caserte do jeguetarado.tira.vigidadi.da.entidas.novinhas.come.o.cu.elas.gritaconto erotico real eu meu tinha comemos minha tiaContos de ninfetas dando o rabo no trabalhocontos eroticos meu excontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhase um homem excita uma mulher e demora muito para penetra-la ela pode sentir uma dorzinhapapai caminhoneiro conto erótico