Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CRISTAL E SEU CORNO

Cristal é uma mulher jovem, alta, de corpo esguio, cabelos longos e dourados, sua bunda exuberante e muito apetitosa chama atenção dos homens que a vêm; seus seios grandes e duros são um convite ao prazer. É, de fato, uma mulher que exibe todo o esplendor de uma bela representante do sexo feminino aos 25 anos. Cristal tem personalidade forte e é muito direta em sua relação com os homens e não tem mesuras para dizer “face to face” quando não gosta de algum deles. Detesta homens inseguros, tímidos e com personalidade fraca. Prefere os divertidos, comunicativos e especialmente, os homens de perfil dominante e que gostam de exercer toda a supremacia masculina sobre as mulheres. Ou seja, ela venera os machões e mandões, principalmente se tiverem uma pegada firme e vigorosa. Machões que gostam de usar algemas, coleiras e chicotes, são os seus preferidos.

Eu, ao contrário, com quase sessenta anos e praticamente impotente na cama, nada tenho fisicamente para atrair tão bela mulher, mas o destino quis que nos encontrássemos há oito anos e que passasse desde então a cuidar dela, especialmente no aspecto financeiro, já que tenho uma bela renda mensal e assim, ela nunca precisou se preocupar com esses desprezíveis pormenores financeiros.

Há pouco tempo descobri que para continuar a ter ao lado essa bela mulher, era preciso dividi-la com homens que dessem para ela o que já não consigo dar a muito tempo, prazer sexual. Assim, passamos a frequentar sites de relacionamentos, no sentido de encontrar homens que a satisfizessem e que, obviamente, fossem extremamente viris na cama.

Logo passamos a nos encontrar, aqui em Brasília, com homens que pudessem se tornar bons amantes fixos para ela. Com isso, selecionamos alguns que passaram a frequentar nosso apartamento e dois, em especial, se destacaram, mas não tinham o tempo necessário para passar um ou dois dias seguidos por semana ao lado dela e por isso, ela rapidamente os descartou.

Com o passar do tempo, fui descobrindo que além do enorme prazer de vê-la nos braços vigorosos de um homem viril, era para mim também, um grande prazer poder servir ao casal durante o tempo em que ficavam juntos, em um êxtase de submissão aos dois. Música ambiente, drinks especiais, além dos cuidados para que a cama do casal estivesse sempre com lençáis limpos e macios, era apenas um dos mimos de que eu nunca poderia me descuidar.

A suíte do casal passou então a ser exclusivamente dela e a mim, ficou destinado o quarto que até então seria para os háspedes. Ela chegou até a cogitar a me colocar no quarto de empregada, já que, minha proximidade ao lado da suíte, poderia atrapalhar seus encontros amorosos. Enfim, estou esperando que ela e seu futuro amante decidam sobre isso. Se assim for, terei que me contentar em dormir em uma cama ou colchonete no diminuto quartinho de empregada.

Tenho enorme prazer em poder prepara-la para seus amantes, quer cuidando de suas unhas, quer cuidando de seus longos e sedosos cabelos. Como uma de minhas atribuições, além da faxina doméstica, é a de lavar e passar todas as nossas roupas, me esmero muito nos cuidados com as lingeries que ela adora usar em seus encontros, afinal procuro sempre observar para que ela esteja vestida de forma bem sensual, pois isto é muito importante para ela atrair, com mais eficiência, a atenção dos outros homens. Manter Cristal sempre gostosa e provocante para outros é para mim um dever acima de tudo.

Não descuido também dos banhos, afinal é uma átima oportunidade que tenho para sentir em minhas mãos seu corpo belo e macio, por isso esfrego-a várias vezes, com a desculpa que tenho que deixá-la bem limpinha. A depilação que lhe faço é sempre por inteiro e os cuidados com seu pás-banho idem, com massagens corporais feitas com hidratantes da melhor procedência e cremes e loções muito especiais, deixando-a bem cheirosa e apetitosa para seus machos alfa.

Com o passar do tempo fui observando que além do culto a essa bela mulher, passei a desenvolver tendências homossexuais, já que, impotente que sou, Cristal passou a me dar prazer com um consolo que é preso a uma calcinha especial e a prática do strap-on entre nás passou a ser de certa frequência. Com isso, fui olhando seus machos com inegável cobiça e hoje, sempre que vou servi-los, seja na cama ou na sala, vejo com muita gula o esplendor de seus membros eretos. Minha vontade era poder chupar aquelas varas poderosas, preparando-as para deixa-las bem duras antes de serem usadas em Cristal e depois de usadas, poder limpá-las com minha língua, espremendo-as seguidas vezes em minha boca, não permitindo que nenhuma gota da deliciosa porra fosse desperdiçada. Até lá, me contento em sorver o que resta dos preciosos líquidos masculinos nas camisinhas que ficam espalhadas pela casa.

É claro que gostaria muito de poder dar banho em seus machos, fazer-lhes gostosas massagens e sempre que quiserem ficar chupando seus cacetes até o talo, mas tenho certeza que tais privilégios Cristal não me concederá, já que ela dificilmente deixará para mim prazeres que são dela. Aliás, na minha visão e na dela, prazeres são para ela e não para mim. No entanto, ficarei na expectativa de que algum dos seus homens, algum dia, a convença a abrir mão desses prazeres, mesmo que muito raramente.

Cristal chegou a cogitar em me castrar, já que - segundo ela, meu pau de nada serve, nem mesmo como enfeite. Mas, ainda não estou certo disso, já que - muito eventualmente, consigo me satisfazer solitariamente. No entanto, caberá a ela decidir futuramente sobre isso. Ela fala também em fazer uma tatuagem com suas iniciais em minha bunda, para que eu não esqueça a quem pertenço. Na verdade, gostaria que as iniciais fossem dela e de seu macho, porque aí eu me sentiria mais propriedade dos dois.

Esse conto é totalmente real e como ela não gosta de coisas arranjadas e sim as que vêm naturalmente, ela não sabe que eu o escrevi, mas se tiver um macho residente em Brasília que se interesse em fazer parte de nosso estilo de vida, bem como tenha as características e desejos que aqui retrato, me procure no e-mail: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gay sou submisso ao meu irmão mais velhoConto hot irmãozinhoconto brincando de cachorrinhocomi a coroa promotora contoscontos eróticos peguei ela se masturbandoContos eroticos fui comida feito puta e chingada de cadela pelo meu sogrocontos de cú de madrinhacontos eróticos eu era uma menininha muito gostosinha dei mole e entrei na piroca enorme e gosteifui brincar ns pracinha,e is,meninos mw comwram contoa eroticosmulheres cavalas de quarenta de bucenta inxada e grelo inormecontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadequadri.eroicos ai papyconto gay amigo do meu paiconto eróticos eu mãe e irmã no hotelnovinho gey lindocontos eroticos gays excitantesWww a esposa apanhada com buceta aberta peluda sendo arrombada por dotado.conto realContos reais de sodomiame descobrindo contosnovinha trepranndo com namoradocontos erticos eu dexei papai de pau durocontos porno gay sobre conhadoscontos eroticos gay na casa do meu dono eu bebia porracontos gays no carnaval dei o cu pra doisporno cu virgem sobrinha novinhacontos de sobrinhas sem calcinha na igreja sentada no colo do tioContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3conto erotico meu primo me comeu na maldadecontos eroricos de menina virgens que adorou ser estuprada pelo opadrasto e seus amigosconto de dei meu cu e não aguentei a pica grande deleconto erotico perdendo a virgidade com o porteirocontos eroticos sequestromulher chupa o peito da outra ate ela gemerContos erticos trouserao meu marido bebado pra casabucetao gggnegrahttp://tennis-zelenograd.ru/home.php/te3/conto_19033_o-mel-de-fernanda.htmlmetendo o dedo na cadelinha novinha contohistorias excitantes esposa adora chupar buceta da outra pro marido vercontoerotico.esposa raimundafazendo swing sem meu marido saBer contosconto erotico arrombei o travesti do baile funkmeu corno joga bilhar com os machos contocontos lesb ralar a xanacontos eroticos eu e a minha filha somos putacaregando no colo pornodoidoconto erotico ele me amassou e eu fingia dormirsou corno choquei.conto eroticotransando com meu brotherNeguin do pau grande comendo gay conto eroticocontos mandei minha esposa chupar meu paitia de saia safada contocontos eroticos peguei meu marido chupando os peitos da prima delecontos eróticos sou homem mas dei muito o cu gosto muitocontos eróticos o velho me chupou na praçacontoseroticos irmoes e irmã no assaltoviado dando o rabo desfasandoConto erotico vizinha bobinhaconto ladroes enrabaram meu marido eu gosteiconto mulher e enteadaContos Eroticos fudi amiga da tia choronaconto erotico gay seduzindo o tio velho coroa grisalhocontos eroticos chantagiando a prima da mulherpassivosrj sexoconto de rasgei o cu de meu irmão fazendo ele choracontos eroticos decasada dona debardefrentezoofiliainquilino do meu esposo contos eroticoencoxando negrinha casada contos eróticosfilha ve o pai.tomando.bamho e fica com tesaowww.contos de gozadas na marraCasadoscontos-flagrei.Mae brincadeira bunda conto eróticomulher dando pra piazada contos erpticodconto erotico com gordinhabucetinhas perusinhoCuzinho gostoso contoscontos hetero oferecendo a bundinhacontos eroticos cu e bucetacontos eroticos de submissaodei meu rabinho pra meus primos e amigos contos eroticoso pau do. Amigo.do meu marido e lindo contoscontos eroticos com mae e filho e pai assistindosobrinha gosta de sentar no colo do seu tio so de vestidocontos erótico fudi uma cabritinhacontos punida por nao me depilarConto erotico depois que gozei ela gostoucontos gay comendo o muleke do orfanatovideos porno ti estrubus ti meninas novinhasconto.erotico.minha.filha.com.a.calcinha.atolada.na.bucetacontos erodicos no colo para me terFoderam gente contos tennsminha piroquinha dura no cu do molequeconto erótico com minha irmã depois da bebedeiraconto erotico minha filha no computador