Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PROVOCANDO O VIZINHO 2

Sexta-feira.

- Vamos devolver a forma de gelo para o vizinho.

- Hum... - diz ela - vamos.

Ela coloca a minha camiseta regata e mais nada. Não satisfeito com o decote eu pego a tesoura e começo a cortar o tecido com ela vestindo. Com toda a calma eu abro mais os buracos dos lados e aumento o decote. Quase mostrando todo o belo par de seios. Nas costas eu abro quase até a bunda, deixando as costas inteiramente nuas.

- Faz um rabo de cavalo para garantir.

Ela amarra o cabelo e daquele jeito fica bem claro que não tinha nem sutiã e muito menos calcinha.

- Coloca aquela sandália que é trançada.

- Aquela de puta?

- É.

Ela coloca a sandália, trançada até a barriga da perna.

- Pronto. Agora vai lá e conta que você está assim porque estava fazendo a fantasia de carnaval.

Ela vai pelo corredor, toca a campanhia e o vizinho abre a porta.

- Oi. Vim devolver a forma de gelo.

- Ah, tá. Valeu.

- Muito obrigada. Eu é que agradeço. Desculpa estar vestida assim, quer dizer, quase nua, mas é que eu estava trabalhando na minha fantasia de carnaval e lembrei da forma de gelo.

- Fantasia de carnaval?

- É. Eu to fazendo uma que vai ficar bem legal. Fico quase nua. Acho que o pé é o que fica mais coberto em toda ela. Você precisa ver que show.

- Nossa. Eu quero ver sim.

- Bom, se você quiser ver, vai ali em casa então. Aproveita que eu to trabalhando nela. Sá não te assusta porque eu vou estar sem essa camiseta.

- Sem?

- Sim. Ficar nua é mais fácil para medir. Vou lá. Larga as coisas e vem logo.

E ela se despede dando um beijo no cara. Ela vem pelo corredor e volta para o nosso apartamento.

Não demora muito e o vizinho bate na porta. Ela ainda de camiseta atende. Eu estava na sala vendo televisão.

- Oi. Você disse para eu vir.

- Claro. Entra.

Ele entra e eu já o cumprimento.

- Senta aí. Quer uma cerveja?

- Quero.

- Beleza - digo pegando a cerveja e entregando-a para ele - Ela disse que queria mostrar a fantasia?

- É foi.

- Ela me disse. Quer opinião de outro porque a minha não conta.

- Ah tá.

Do quarto ela grita:

- Sentados?

- Sim, estamos - respondo eu sentando no sofá ao lado do vizinho.

- Lá vou eu.

Ela vem então com a fantasia. Apenas correntinhas sobre os seios e na parte de baixo mais correntinhas, tudo cobrindo parcialmente a buceta. O vizinho quase morre do coração. Ela para na nossa frente, se mostra, vira de costas mostrando a bunda. Nada de calcinha nem sutiã. Apenas correntinhas.

- Gostou? - pergunta ela para o vizinho.

- Muito linda.

- Eu fico gostosa?

- Muito - diz ele engasgando - fica muito bonita.

- Quero saber se eu fiquei gostosa.

- Fica sim amor - eu digo.

- Fica gostosa sim - diz o vizinho.

Ela se agacha, se dobra e pergunta.

- Dá pra ver o cuzinho e a buceta?

- Mais ou menos - eu digo.

- Acho que sim - diz ele.

Ela fica a um palmo do nariz do vizinho.

- Assim de frente dá pra ver a buceta?

- De perto sim.

Ela se agacha.

- E os seios?

- Dá pra ver tudo. Muito bonito.

Ela então abraça o vizinho.

- Aiii obrigada. Que bom que você gostou.

- Viu? Eu disse que tava bem - eu digo - Agora tira a prova daquele lance de dançar.

- Tá... levanta - diz ela puxando o vizinho e deixando ele em pé.

- No baile talvez estejam de bermuda e camiseta... Mas tira a camiseta pra mim por favor?

Ele prontamente tira.

Ela começa a se esfregar nele de costas, como se estivesse dançando no baile.

- A fantasia machuca você?

- Não - responde ele louco de tesão.

Ela se esfrega mais e mais de costas.

- Seja sincero.

- Não... não machuca não.

Ela vira de frente e começa a esfregar os seios no cara.

- E assim de frente? Machuca?

- Não... nada.

- É gostoso?

- É sim.

Ela aliviada abraça e beija o vizinho de novo.

- Ai obrigada.

Eu termino a cerveja e olho para ela. Era a deixa para ela trocar de roupa. Ela então pega a camiseta e coloca por cima da fantasia.

- Tira pra mim?

Eu tiro rapidinho a fantasia dela, deixando sá a camiseta sobre o corpo da puta.

- Eu vou no banheiro dar uma mijada e já volto.

Saio da sala e vou para o banheiro. Na verdade, ficar de olho nos dois.

- Fiquei com um tesão... - diz ela - você também pelo jeito.

- É...

Ela levanta a camiseta e esfrega a buceta.

- Nossa. to molhadinha. Sente.

- Mas e ele?

- Rápido.

Ele mete a mão na buceta dela, enquanto ela massageia o pau do vizinho.

- Ai que tesão.

Ela mete a mão por dentro da bermuda e puxa o pau dele para fora, começando a massagear.

- Hum, que pau gostoso que você tem.

- O seu marido...

- Tá no banheiro.

Ela se abaixa olhando para o pau do cara, começando a bater uma punheta para ele. Quando ela começa a ameaçar que vai chupar eu puxo a descarga do vaso e faço barulho. Num piscar de olhos eles já estão com cara de anjinhos na sala.

- Pronto.

Ela diz:

- Bom, eu preciso terminar a fantasia. Depois eu te chamo para você ver mais de perto, tá?

- Tudo bem.

Ela então cochicha no ouvido do vizinho:

- Vem sem cueca.

Eu me despeço dele e ela leva o cara até a porta do apartamento. Quando ela vai se despedir, puxa a camiseta para o lado, deixando os seios de fora e amassa eles no peito do vizinho para dar um beijo no rosto.

- Temos que nos ver muito mais seguido.

- Tá bem.

Ela fecha a porta e volta para mim mostrando os seios.

- Ele quase chorou quando não deu para eu chupar ele.

- Coitado - eu digo.

A gente ri um bocado e depois acabamos trepando no sofá.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Fernanda jeitim nuax v¨ªdeo so peitudascontos velhas que traem maridoscunhada na cadeia contoscontoseroticos sonho de maninhaver gostosona sexo entre parêntesescontos eroticos 16cmContos-fudi sobrinho da minha mulherContos de novinhas dos amigoSou casada mas bebi porro de outra cara contosPorno maes pais iniciando suas ninfetinhas no incesto contosputona da pro chefe marido nem desconfiaconto erotico dei para o ex maridoconto erotico incesto filha sonifero tenniscontos de incestos e orgias entre irmas nudistascontos eroticos de comi a bunda da mae da minha amigaConto de punheteiros com punheta a doisconto erótico sequestradoresconto eróticos com velhinhaconto erotico beijei minha irma dentro do tremcontos eroticos chantagemcontos eroticos coroa gritou de dor no cú casa da maiteContos eroticos tirando a virgindade d cu da minhas filhascomo fazer para sua vizinha casada gostosa safada seder o rabominha mulher mi fez de mulher contos eróticoshttp://comto erotico cachorro lanbendo buceta da menina virgemcontos gay meu paizão comendo o meu cunhadocontos airoticos gay desmaiando no pau do padrastocontos erotico rebolando com dois paucontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casachantagem zofilia e insesto conto eroticocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos erotocos c amigos guays heteroConto morena 37 anoscontos de cú de irmà da igrejaenfiando a.pica..comdificuldadeconto amante da sogra casada velha e mae de familiacontos eroticos madrasta com tatuagem goza na pica do enteadocontos eróticos a crente peituda de vestido levecontos incesto irma e irmao despedida de solteiromeu tio arregacou minha esposinha casa dos contosme comeram contos teenconto erotico casal dominadocontos de fodas minha amiga nerd feia pediu e eu tirei o cabaço delacontos eroticos esposa exibidaconto erótico com professora de filosofiapono. patrato. vudedo. a. tiada. novaesposametenocomoutro.com.brprima rechonchuda contos fotocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de menininhas sentando no colo de homenscontos incesto Solangecontos menage peitoes vaicontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaCaso canto erotico pau grossoO cavalo da fazenda gosou dentro da bucetacontosmulheres violadas contos eroticosbaxinho do pau gigante impresiona casadaComtos filha fodida pelo pai e amigos delevideos de morenas q botou atanguinha de lado e deu o rabocontos meu marido dxou o amigo dele me massagiarcontos dei a buceta pra o garoto aiiiiiiiiiiiiii tio ta doendocontos gays virando mulhercontos gay caminhoneiroconto atochada corno xxxContos eroticos quero ver essas tetascontos eroticos de vovolua.de mel erotico corno vovoenfiei o maior dildo no meu cu contosContos eroticos humilhado seiosconto erotico ajudando meu filhoContos de casadas e lesbiscascontos eróticos conaconto sou loira e adoro um negãode calcinha na frente do meu pai contosvidio muher trasa com homen com pido pequenoconto gay papai gosta que chupem o pau deleporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delacontos ganhei uma massagem e fiz um boquetehoje eu comir a bucetinha da ester de cinco aninhoscontos erotico na praia de nudismo com meu sobrinhovi a irma do meu amigo se trocando contocontos eróticos de bebados e drogados gaysContos eróticos titioconto erotico meu padrinho passando a mao na minha bucetapeguei a minha atual namorado chupando a buceta da minha exSou gay e tranzei com um travest contos eroticocontos e feitiches homem q adora uma mulher mijando na calcinhaconto eroticos primas gostosa veio min vizitarconto o Pastor me comeuconto meus soblinhos me devoraramcontos eroticos engravideiEmpregadinha é virgem de cu e buceta conto erótico